Itaituba foi o município da região do Tapajós que mais aplicou doses supostamente vencidas

Até o dia 26 de junho, o sistema de informações do Ministério da Saúde registra o que seriam 28.733 doses de vacinas da AstraZeneca contra a Covid-19 aplicadas no Brasil fora da data de validade. O problema foi divulgado nesta sexta-feira (2) pela Folha de S.Paulo.

Os lotes das doses que teriam sido aplicadas fora da validade são:

-4120Z001 (válido até 29 de março de 2021);

-4120Z004 (até 13 de abril de 2021);

-4120Z005 (até 14 de abril de 2021);

-CTMAV501 (até 30 de abril de 2021);

-CTMAV505 (até 31 de maio de 2021);

-CTMAV506 (até 31 de maio de 2021);

-CTMAV520 (até 31 de maio de 2021) e;

-4120Z025 (até 4 de junho de 2021).

No estado do Pará, na região do Tapajós, o município de Itaituba foi o que mais aplicou doses vencidas. No total foram 267 doses monitoradas pelo jornal paulista. 





Postar um comentário

0 Comentários