SANTARÉM: Orla da praia do Maracanã permanece sem prazo para conclusão



A obra da Orla da Praia do Maracanã, em Santarém, no oeste do Pará, permanece sem prazo para conclusão. Paralisada em meados de março por conta da pandemia a empresa responsável deve apresentar nos próximos dias um novo cronograma que prevê o retorno gradativo das atividades até o fim do mês de junho, o que permitiria sua conclusão até o fim de 2020. Inicialmente a entrega da orla estava prevista para julho.

Com o Rio Tapajós apresentando medição de 7,14 metros, conforme o Boletim da Defesa Civil em 16 de junho, o canteiro de obras convive com a presença de poucos moradores do local. Parte das colunas de sustentação está submersa, com a laje, que está em processo final de preenchimento, acima do nível do rio.  Bares e restaurantes seguem fechados ao público por conta das restrições que visam a prevenção e o combate ao novo coronavírus. Os decretos municipais também impedem a presença de banhistas, embora poucos aventureiros insistam em dar um mergulho.

De acordo com o projeto serão 443 metros de orla e mais 60 metros de píer em uma estrutura com espaço para contemplação da natureza e otimização da economia ao promover o uso do local também pela noite.

O investimento está orçado em R$ 3,8 milhões, sendo R$ 280,5 mil de contrapartida do governo municipal. A orla do Maracanã faz parte do contrato nº 029/2019 e está sob a responsabilidade da empresa Moita Pessoa Serviços de Construção Civil Ltda.


Postar um comentário

0 Comentários