Banner

Banner

POLÊMICA: Partidos de esquerda defendem a proposta de criação da CPI da Petrobras



O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou no sábado (18), que a Câmara dos Deputados irá abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a Petrobras.

De acordo com Bolsonaro, a CPI foi acertada após conversas com o presidente e o líder do governo na Casa, Arthur Lira (PP-AL) e Ricardo Barros (PP-PR), respectivamente.

Aliados do Palácio do Planalto no Legislativo temem que a comissão vire munição da oposição contra o governo Bolsonaro. “Bolsonaro diz que vai pedir a CPI da Petrobrás na 2ª feira. Serei o 1º na fila para assinar e pedir assinatura. Quero saber quem indicou o presidente e os 6 conselheiros que bancaram a gasolina mais cara do mundo”, escreveu em seu perfil no Twitter o deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP).

“Jair Bolsonaro não tem capacidade de resolver problema, ele só sabe criar. Três anos na presidência e nenhuma solução para a explosão nos preços dos combustíveis. A culpa não é da Petrobras, é do presidente, que em vez de trabalhar fica espalhando mentira e criando conflito”
, publicou o deputado federal Marcelo Freixo (PSB-RJ).

“Ei, Bolsonaro! De CPI a gente entende e sabe conduzir com excelência”
, tuitou o senador Jean Paul Prates (PT-RN), que relatou dois projetos que buscavam conter a alta dos preços dos combustíveis e teve participação assídua na CPI da Covid-19.

Postar um comentário

0 Comentários