Banner

Banner

CRISE: Banco Central eleva juros pela 10ª vez seguida. Maior patamar desde fevereiro de 2017

Bolsonaro e Paulo Guedes

O Copom (Comitê de Politica Monetária) do Banco Central elevou nesta quarta (4) a taxa básica de juros (Selic), novamente em 1 ponto percentual, passando de 11,75% para 12,75% ao ano, confirmando as expectativas do mercado.

O colegiado também indicou que o ciclo de aperto monetário ainda deve continuar "avançando significativamente em território ainda mais contracionista".

Com a alta, a Selic atingiu agora o maior patamar desde 22 de fevereiro de 2017, quando a taxa de juros estava em 13% ao ano, ainda no governo de Michel Temer (MDB). Foi a décima elevação consecutiva da Selic, que acumula alta de 10,75% desde março de 2021, o que faz desse ciclo de aperto o mais forte desde a criação do sistema de metas para inflação, em 1999, quando a taxa básica foi de 25% para 45% ao ano.

Sobre seus próximos passos, o BC antecipou que prevê uma nova alta, de menor magnitude, no encontro de junho.



Postar um comentário

0 Comentários