Banner

Banner

URGENTE: Helder Barbalho anuncia restrições para "não vacinados" da Covid-19

Helder Barbalho assinou o Decreto 2.044/2021, com medidas para garantir a ampliação da cobertura vacinal da população e restrições para pessoas "não vacinadas" do Covid-19.

Durante coletiva (vídeo abaixo), na tarde de hoje (3), Helder mostrou a situação crítica da região do Baixo Amazonas e Tapajós no processo de vacinação, onde quase 50% da população ainda não se vacinou. Sendo que está sobrando vacina nos municípios paraenses. 

A população terá que apresentar a comprovação de vacinação para frequentar os locais públicos e privados em todo o estado do Pará, a partir de segunda-feira (6). 

Os estabelecimentos que não cumprirem o que determina o decreto serão penalizados, ocorrendo a interdição do local e multa.  

Quem estiver com o quadro completo da vacina do Covid-19, poderá frequentar normalmente todos os locais públicos e privados. 

Quem não estiver vacinado, será impedido de entrar nos estabelecimentos.

COMPROVAÇÃO VACINAÇÃO

A comprovação da vacinação será feita pela apresentação do cartão de vacinação, por certificado emitido pelo Ministério da Saúde ou pelo aplicativo "Conecte SUS", associado ao documento de identidade oficial com foto.

PANORAMA

Considerando os dados do Ministério da Saúde, o país terminou novembro com o total de 6.857 mortes, o menor número mensal desde abril de 2020, quando foram reportadas 5.700 vítimas.

A queda também é visível no número de casos. Em novembro, foram registradas 283.604 infecções no país. O índice também representa o menor número desde abril de 2020, quando foram notificados 79.663 casos da doença.

Com a atualização, o Brasil tem um total de 614.681 mortes e 22.094.459 infecções confirmadas desde o início da pandemia, em março de 2020.

Postar um comentário

3 Comentários

  1. A marca da besta toda a humanidade sendo obrigado usar ta escrito na biblia sagrada......

    ResponderExcluir
  2. Mais um metido a comunista do caralho, temos que Banir da política esse tipo de ditadorsinho de merda, Deus deu livre arbítrio pro ser humano, eles se acham deuses, só existe um Deus.

    ResponderExcluir
  3. Uma vacina sem nenhuma eficácia comprovada cientificamente, mas afinal compraram agora teram que gastar a vacina usando a população de cobaia.
    Lamentável uma situação dessas, expor as pessoas ao ridículo, povo tem que se levantar e não aceita isso não, pra quê tomar se não está doente.
    Toma quem quer, agora Obrigado aí já é dimais, alguém lê pra ele o que está escrito na Bíblia e na nossa constituição de 1988.

    ResponderExcluir