PARÁ: Nome "Barbalhão" é colocado novamente em placa de obra em estádio de Santarém

Nova placa da obra do Estádio de Santarém 

Após polêmica envolvendo o ativista político João Batista, que apagou o nome "Barbalhão" de uma placa da obra do Estádio Colosso do Tapajós, o letreiro foi recuperado e o nome em homenagem ao ex-governador Jader Barbalho, voltou a fazer parte da placa. O estádio foi construído na gestão de Jader Barbalho, governador na época da construção. Atualmente Jader é senador pelo MDB. 


O ativista João Batista está detido na Delegacia de Polícia Civil de Santarém, no Oeste do Pará. De acordo com a autoridade policial, o ativista foi detido por desacato.

ENTENDA O CASO

O ativista político de Santarém, o senhor João Batista divulgou um vídeo (abaixo) na segunda-feira (1), nas redes sociais, onde mostra o momento em que utiliza uma escada e uma lata de spray de tinta preta, para apagar o nome "Barbalhão" em uma placa que identifica a obra de reforma e ampliação do estádio Colosso do Tapajós.

Durante o mandato do ex-governador Simão Jatene, o estádio recebeu o nome de Colosso do Tapajós, através de um projeto aprovado pela Assembleia Legislativa do Estado. 

De acordo com o ativista, a placa está irregular pois fere o principio da impessoalidade da administração pública.

VEJA O VÍDEO







Postar um comentário

0 Comentários