PARÁ: Médica é encontrada morta dentro de hospital em Ananindeua


Autor: DOL

De acordo com dados do indicador da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), mais de 215 mil pessoas perderam a vida por problemas cardíacos, no Brasil, de janeiro a primeira quinzena de julho de 2020. O mal súbito é, em si, um sintoma que pode estar relacionado a diversas causas: desde um quadro de desidratação até doenças mais graves como AVC (Acidente Vascular Cerebral), infarto, arritmias cardíacas e aneurismas que muita das vezes pode levar a morte.

A morte da médica Aline Rejanne Michiko da Conceição Yamada chamou a atenção das autoridades na madrugada desta segunda-feira (13): a profissional foi encontrada morta dentro do Hospital das Clínicas em Ananindeua, região metropolitana de Belém. Segundo um funcionário da unidade, a médica estava de plantão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital quando tudo aconteceu.


A morte da médica Aline Rejanne Michiko da Conceição Yamada chamou a atenção das autoridades na madrugada desta segunda-feira (13): a profissional foi encontrada morta dentro do Hospital das Clínicas em Ananindeua, região metropolitana de Belém. Segundo um funcionário da unidade, a médica estava de plantão na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital quando tudo aconteceu.

Postar um comentário

0 Comentários