Prefeitura de Santarém informa que não aplicou vacina vencida; MPF questiona municípios do Pará

O Ministério Público Federal (MPF) enviou nesta sexta-feira (2) questionamentos aos municípios paraenses para verificar se está ou não confirmada a aplicação de doses vencidas da vacina Astrazeneca no Estado.

Segundo reportagem da Folha de São Paulo, dados oficiais do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Datasus), vinculado ao Ministério da Saúde, registram que 3.391 frascos vencidos teriam sido enviadas a 62 municípios paraenses.

LEIA TAMBÉM: Santarém aplicou vacina da AstraZeneca vencida, de acordo com a Folha de São Paulo

Aos municípios o MPF solicitou informações sobre quais medidas serão adotadas para corrigir eventuais falhas e preservar a saúde da população, além de dados sobre a veracidade das informações veiculadas pela imprensa, sobre quem foi vacinado com as doses vencidas, e os motivos que eventualmente levaram à não conferência da data de validade antes da aplicação das vacinas.

Em nota, a prefeitura de Santarém, no Oeste do Pará, informou que não houve aplicação de vacinas vencidas no município



Postar um comentário

0 Comentários