Em conversa com apoiadores, Bolsonaro entra em defesa do "Fundão Eleitoral"


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou em conversa com apoiadores nesta segunda-feira (26) que vetará parte do fundo eleitoral aprovado pelo Congresso.

“Vou deixar claro uma coisa: vai ser vetado o excesso do que a lei garante. A lei [garante] quase R$ 4 bilhões o fundo. O extra de R$ 2 bilhões será vetado. Se eu vetar o que tá na lei, eu estou incurso em crime de responsabilidade. Espero não apanhar do pessoal por aí, como sempre”, disse o presidente.

Em 2020, o fundo eleitoral foi de R$ 2 bilhões; em 2018, R$ 1,7 bi. O valor para 2022 será o dobro do destinado às duas campanhas anteriores.



Postar um comentário

0 Comentários