Deputados Bolsonaristas votam a favor da ampliação do "Fundo Eleitoral" para a próxima eleição

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira (15), a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022, por 278 votos a 145 (e uma abstenção). Entre os pontos mais polêmicos está um aumento no repasse de recursos ao Fundo Eleitoral.  Agora, o texto segue para apreciação do Senado.

Apenas após a aprovação da LDO o Congresso Nacional pode iniciar formalmente o recesso parlamentar, que deverá durar de 18 a 31 de julho.

O parecer tem a relatoria do deputado Juscelino Filho (DEM-BA), autor da mudança nas regras que determinam o financiamento público de campanhas eleitorais.

Técnicos do Congresso Nacional calculam que, com as alterações, a verba total do fundo eleitoral passará dos 2 bilhões de reais registrados em 2020 para, no mínimo, 5,7 bilhões.

BOLSONARISTAS

Votaram pela ampliação do Fundo Eleitoral, os seguintes deputados bolsonaristas.

1) Eduardo Bolsonaro;

2) Carla Zambelli;

3) Bia Kicis;

4) Helio Lopes;

5) Osmar Terra;

6) Marco Feliciano;

7) Carlos Jordy.


Postar um comentário

0 Comentários