"Capitã cloroquina" diz que a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), foi dominada pela esquerda


Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde conhecida como ‘Capitã Cloroquina’, reafirmou hoje, durante a CPI da Covid, que a Fiocruz foi dominada pela esquerda brasileira. Ela confirmou que um áudio apresentado pelo senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) foi mesmo enviado por ela a um colega.

A pediatra diz no áudio: “A Fiocruz é mantida com recursos do Ministério da Saúde e trabalha contra todas as políticas contrárias a minorias. Tudo deles envolve LGBTI, eles têm um pênis em uma das portas da Fiocruz. Todos os tapetes são do Che Guevara. Nas salas há figurinhas de ‘Lula Livre’ e ‘Marielle vive’.”

Ela disse também que, para mudar esse perfil à esquerda da Fiocruz, é preciso “acabar com essa influência do Conselho Nacional de Saúde”. 

Postar um comentário

0 Comentários