SANTARÉM: Igrejas e templos podem virar atividades essenciais na pandemia

O vereador Ângelo Tapajós (Republicanos) usou a tribuna na sessão da Câmara Municipal de Santarém desta segunda-feira (15) para se pronunciar sobre o projeto de lei de sua autoria que estabelece as igrejas e templos de qualquer culto como atividade essencial em período de calamidade pública no município de Santarém. Ele acredita que a medida pode ser importante instrumento para auxiliar as pessoas em tempos de pandemia da Covid-19.

“Estudos sinalizam que a fé pode sim, superar as doenças. Resultados que vão à diminuição da depressão a algo tão inexplicável que acaba classificado como milagre”, ponderou o parlamentar ao citar relatos de pessoas com problemas emocionais ou psicológicos devido à pandemia, ressaltando pesquisas que fazem relação entre a fé e a superação de doenças. “Seja a fé evangélica, católica ou qualquer tipo de crença em um ser superior”, enfatizou.

O pastor Ângelo Tapajós frisou que já conversou com várias pessoas que tem sofrido de depressão, síndrome do pânico ou ansiedade, e constatou o importante papel das igrejas em ajudar essas pessoas. O parlamentar ressaltou ainda que, em conversa com o prefeito Nélio Aguiar, colocou os templos religiosos da congregação que faz parte a disposição como ponto de vacinação como já está acontecendo em algumas cidades.

Postar um comentário

0 Comentários