Passageiros do Oeste do Pará terão que ficar em "quarentena" por 14 dias em Belém

A SESPA (Secretaria de Saúde do Estado do Pará), publicou em seu perfil oficial no Twitter, uma informação polêmica, com relação aos passageiros oriundos dos aeroportos do Oeste do Pará e de Manaus (AM). O passageiro terá que ficar isolado de quarentena, por 14 dias, antes de circular por locais públicos. 

A medida foi necessária, de acordo com a SESPA, após a confirmação de dois casos da nova cepa da Covid-19, identificados pelo Instituto Evandro Chagas, no município de Santarém, no último dia 29 de janeiro. A variante, que circula no Amazonas, foi apontada como uma das razões para o colapso no sistema de saúde do estado vizinho. Os objetivos dessas medidas sanitárias são garantir a preservação de vidas e impedir o avanço da Covid-19 em território paraense.




Postar um comentário

0 Comentários