PARÁ: Trabalhadores da saúde que "não fazem parte" do grupo prioritário são vacinados


O plano nacional de vacinação para o combate ao Covid-19, elaborado pelo Ministério da Saúde, coloca alguns profissionais da saúde que estão na linha de frente, como prioridade na vacinação que está ocorrendo em vários estados do Brasil.

No Pará, vários trabalhadores da saúde que não estão na linha de frente, no combate ao Covid-19, foram vacinados com a autorização da SESPA (Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará).

Vejam quem são os profissionais que devem ser vacinados nesse momento, como prioridade, nos primeiros lotes de vacina:

1) Trabalhadores que atuam nas enfermarias e UTIs de unidades hospitalares Covid;

2) Trabalhadores do transporte pré-hospitalar (Samu);

3) Trabalhadores que atuam nas emergências de hospitais porta aberta;

4) Trabalhadores que atuam na própria vacinação;

5) Trabalhadores de laboratórios de biologia molecular;

6) Trabalhadores de Centros de coleta, testagem e atendimento ao Covid;

7) Enfermeiros e técnicos de enfermagem na linha de frente;

8) Médicos e enfermeiros da Estratégia de Saúde da Família; 

9) Trabalhadores de serviços gerais (limpeza), que atuam em unidades de emergência, UTI ou unidades hospitalares de Covid.

10) Oftalmologistas, odontólogos e otorrinolaringologistas, por terem o contato muito próximo com a face do paciente. 

Postar um comentário

0 Comentários