PARÁ: Jornalistas querem ter prioridade no plano de vacinação da Covid-19


Uma postagem no perfil oficial do Sindicato dos Jornalistas do Estado do Pará (Sinjor-PA), em uma rede social, uma nota divulgada hoje (19), pede prioridade para os jornalistas no plano de vacinação do estado do Pará. Até o momento os grupos prioritários na 1ª fase do plano de imunização do estado, coloca 3 grupos para receberem a vacina do Covid-19, sendo eles: Trabalhadores da saúde, indígenas e pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência.

NOTA DOS JORNALISTAS

A executiva do  decidiu de forma unânime, em reunião extraordinária virtual na noite desta segunda-feira (18), oficiar ao Governo do Estado e às prefeituras do Pará solicitação para incluir os jornalistas que estão na cobertura de linha de frente nos grupos prioritários de vacinação. Os documentos devem ser protocolados ainda nesta semana endereçados ao governador do Estado, Hélder Barbalho, e ao secretário de saúde Rômulo Rodovalho Gomes. O Sinjor também solicitará uma reunião com os gestores.

No total, 65 jornalistas morreram no Brasil de Covid-19. O país já é o segundo no ranking mundial de mortes de profissionais da imprensa causadas pela doença, atrás apenas do Peru, com 95 óbitos.

Os diretores do Sinjor-PA entendem que o jornalismo é uma atividade essencial e fundamental para garantir informações corretas para ajudar no combate à Covid-19, evitar a propagação de fake news e incentivar a vacinação da população.

O Sinjor-PA também tentará agendar, assim que possível, uma assembleia geral com a categoria para organizar o movimento pró-vacinação dos jornalistas e fazer a prestação de contas sobre a transição de gestão na entidade. 

Postar um comentário

0 Comentários