COVID-19: "A situação está caótica", afirma médico do Amazonas


A capital amazonense voltou a ter hospitais lotados por conta do Covid-19. Nos últimos dias, a cidade registou recorde de novas internações que superaram números vistos em abril e maio de 2020, quando houve colapso no sistema público de saúde e funerário. Cemitérios também voltaram a registrar filas de carros funerários.

No primeiro pico da doença no estado, entre abril e maio, a rede pública de saúde operou com quase 100% dos leitos ocupados, e caixões foram enterrados empilhados em valas comuns, em Manaus. Até esta segunda (4), mais de 5,3 mil pessoas morreram com a Covid-19 em todo o estado.

Um vídeo que circula pelas redes sociais, mostra um médico pedindo para as pessoas ficarem em casa, pois a situação na capital do Amazonas está caótica. 





Postar um comentário

0 Comentários