REAL: A moeda brasileira está em ritmo acelerado de desvalorização

O real despencou frente ao dólar (41%) e ao euro (47,6%), mas ele tomou uma surra também de todas as moedas de economias emergentes. A desvalorização do real está relacionada à percepção do estrangeiro quanto ao crescimento do Brasil nos próximos anos e à preocupação com a deterioração das contas públicas. Havia muita confiança no fiscal e isso está em dúvida agora.

Chile e Peru têm dívidas de cerca de 30% do PIB e vão para 40% neste ano. O Brasil vai para 90% e deve bater 100% do PIB cedo ou tarde. Quando você tem esse tipo de passivo, o efeito da perda de confiança é ainda maior.

O real, em 2020, desvalorizou-se 34,4% em relação à moeda chilena e 29% em relação à moeda peruana.

Postar um comentário

0 Comentários