SANTARÉM: Durante a pandemia os valores estão duplicando no setor turístico


O Brasil ainda está em alerta com a pandemia do novo Coronavírus. Algumas atividades turísticas estão retornando gradualmente. As companhias aéreas estão retomando seus voos lentamente. Porém, o setor turístico começou a mostrar uma leve aceleração no último final de semana durante o Feriado da Independência (7), levando muitas pessoas as praias em todo país. 

Em Santarém, no Oeste do Pará, algumas atividades turísticas foram liberadas, como, praias e balneários, no mês de julho. Algumas companhias aéreas já retornaram com voos em alguns trechos, como Santarém/Belém e Santarém/Brasilia. Em outubro irá retornar os voos no trecho Santarém/Manaus. 

O que tem chamado a atenção de alguns turistas, são os preços abusivos aplicados nas praias, pousadas e em alguns hotéis do município.

O Procon de Santarém até o momento não entrou no circuito para coibir os preços abusivos.

Em certos hotéis de Santarém e pousadas de Alter do Chão, os valores de diárias estão a níveis estratosféricos. Alguns quartos de hotéis em Santarém o valor de um diária beira a casa de R$ 900,00 reais. Em Alter do Chão, já tem pousada realizando reserva para o período do feriado do Dia das Crianças, com valores de diárias de R$ 300,00 reais por pessoa. Esses valores citados se comparam a hotéis de alto padrão em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Vale ainda citar também os altos valores de refeições em algumas praias de Santarém, principalmente em Alter do Chão, onde uma refeição básica para duas pessoas pode chegar a custar mais de R$ 120,00 reais. 

Sem falar nos altos valores que estão sendo cobrados pelas passagens aéreas com destino a Santarém. Um exemplo é o trecho Belém/Santarém que custa R$ 1.404,00 no feriadão do Dia das Crianças em outubro, como mostra a imagem abaixo.



Postar um comentário

0 Comentários