PARÁ: O promissor negócio de exploração de madeira no Rio Arapiuns

 

O jornalista Celivaldo Carneiro, de Santarém, Oeste do Pará, publicou um vídeo nas redes sociais, mostrando o volume enorme de toras de madeiras em um comboio de balsas saindo do Rio Arapiuns, que é afluente do Rio Tapajós. 

Segundo informou um internauta na postagem do vídeo, a madeira é de área de concessão florestal, extraída através de manejo sustentável, com certificação. Apesar de ser de concessão florestal, o volume de madeira mostrado no vídeo assusta pela grandiosidade. 


Na Amazônia brasileira o Manejo Florestal Comunitário Familiar (MFCF), ganhou importância a partir da segunda metade da década de 1990 e foi impulsionado pela discussão da Lei de Gestão de Florestas Públicas. Para atender à demanda do mercado as comunidades têm se organizado em associações, cooperativas e gerenciado projetos produtivos em seus territórios. Um exemplo é a implantação de planos de manejo florestal sustentável para a comercialização de madeira em tora, como ocorre na Reserva Tapajós-Arapiuns.


A região do Arapiuns, é um dos locais mais lindos da região Amazônica. A praia da Ponta Grande é uma das praias mais belas de Santarém. Com acesso somente fluvial, a praia da Ponta Grande reserva ao turista surpresas maravilhosas.

Postar um comentário

0 Comentários