CORONAVÍRUS: Médico do Pará relata pressão de pacientes para receitar a Cloroquina



Nesta madrugada, o "Conversa com Bial" reuniu três infectologistas para falar sobre os ataques motivados por posicionamentos políticos radicais contra os profissionais de saúde. Os médicos relataram que têm sofrido ameaças de pacientes por não receitarem cloroquina para tratar a Covid-19.

O Dr. João Assy, que está na linha de frente em Santarém, Oeste do Pará, detalhou as ameaças que sua equipe têm recebido: "Os médicos têm sofrido pressão dos pacientes dizendo que vão processá-los, como se houvesse uma obrigação legal de um médico prescrever um remédio que ele não vê evidências científicas o suficiente para fazer a prescrição".

Em resposta, alguns médicos de Santarém se posicionaram por meio de uma carta. No entanto, o comunicado baseado no protocolo do Ministério, desencadeou uma briga com outros médicos de diferentes áreas que acreditam na eficácia do tratamento com cloroquina. "Com a nossa carta, alguns médicos sentiram que, de alguma forma, nós estávamos interferindo no trabalho deles e reagiram de uma forma muito ruim", lamentou o infectologista.

"Esses médicos emitiram uma outra carta, inclusive com assinatura do prefeito da cidade, achando que havia motivação política da nossa parte, como se estivéssemos no dia a dia ali, trabalhando de domingo a domingo, vendo pessoas morrendo, e não queríamos prescrever um medicamento apenas porque queremos derrubar o presidente. Isso carece de qualquer lógica racional", se indignou o Dr. João.

Durante uma transmissão ao vivo realizada na semana passada pelo Facebook, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), incentivou seus seguidores a entrar em hospitais para filmar os leitos de UTI e mostrar se eles estão realmente ocupados, colocando, mais uma vez, a população contra os profissionais de saúde.


Direto do UOL

Postar um comentário

3 Comentários

  1. Melhor mesmo um soldado abatido na guerra, do que um covarde sem resposta pra sociedade. Não vou morrer sem minha batalha pra sobreviver. Cloroquina salva vidas simmmm!!!

    ResponderExcluir
  2. Então deixa morrer nė? Fica em casa sem tomar nada e morre e assim ?

    ResponderExcluir
  3. E melhor tentar do que ficar esperando a morte

    ResponderExcluir